quinta-feira, 8 de setembro de 2016

Manel Carrascalão, presente!



Uma das almas da resistência à ocupação indonésia. Manuel Viegas Carrascalão (1933-2009) é o irmão mais velho de um clã, fundado por um homónimo, casado com Marcelina Guterres e criador da Fazenda Algarve. O antecedente, anarcossindicalista, natural de S. Brás de Alportel, secretário-geral das Juventudes Sindicalistas, foi preso em 1925 e condenado a 6 anos de degredo, chegando a Timor em 1927, numa altura em que podia conviver no território com cerca de meio milhar de companheiros nas mesmas circunstâncias, que chegam a constituir em Díli, a Aliança Libertária de Timor. O filho mais velho chega a deputado à Assembleia Nacional de Lisboa, em 1973-1974, quando era vereador da Câmara de Liquiçá e ainda faz uma intervenção em 12 de dezembro, defendendo a criação de uma ligação aérea com Portugal, em aviões portugueses, e outras melhorias nas navegações internas em um navio que não seja muito velho, e que se desloquem para o território, professores e técnicos, não como castigo, como atualmente acontece, mas como um prémio para a sua competência.